Quantas e quantas vezes você não ouviu a frase: “O noivo não pode ver a noiva antes do casamento para não dar azar”? Já se perguntou de onde veio essa lenda?
Essa história toda começou há muuuuito tempo atrás, quando os casamentos eram arranjados. Nada de flertar, paquerar, dar beijo no portão, namorar no sofá… O pai do rapaz e o pai da moça faziam um acordo e marcavam o casamento. As “partes” que deveriam ser as interessadas não chegavam nem a se conhecer! Só se viam no dia do casamento. E esse é justamente o motivo de eles não se conhecerem antes da cerimônia: dá que o noivo não achasse a noiva atraente e fugisse ou vice-versa, estragando toda a negociação entre as famílias!
Anos depois, a história de casamentos arranjados foram se extinguindo, mas a lenda permaneceu, firme e forte! O motivo? Segundo algumas pesquisas realizadas nos EUA, ao se deparar com a mulher trajando o vestido, pronta para casar, o homem levava um choque. Se dava conta de que iria acabar as noitadas da solteirice. Sua vida iria mudar radicalmente, e, por nunca ter sido casado, o rapaz tinha medo dos rumos que isso poderia levar. Desesperado com essa ideia, o noivo desistia do casamento, desfazia o acordo matrimonial e encerrava a festa deixando as famílias e os convidados no vácuo.
A noiva? A coitada se sentia culpada, assim como as pessoas próximas também, achando que a pobre teria feito algo muito errado para que o noivo desistisse do casamento em cima da hora. Por esse motivo, criou-se o hábito de proibir o noivo de ver a mulher vestida de noiva. Para evitar este tipo de coisa, algumas mães proibiram os futuros genros de ver suas filhas vestidas de noiva antes do casamento. Assim, na frente de todo mundo, dentro da igreja, seria mais difícil o noivo fugir. E se tentasse, os convidados não deixariam. Teoricamente! Hehehe
Mas de onde vem a história do “dá azar”? Ahhh, as mães… sabem bem como resolver as questões! Lançaram logo essa frase para que suas filhas não pagassem o mico de serem abandonadas!
E essa superstição rola no mundo todo! Em alguns países árabes a tradição é ainda mais radical, ou seja, o casamento é celebrado apenas entre homens, entre o pretendente e o pai da noiva. A noiva não participa, apenas aguarda num outro local. Absurdo, né?
Histórias à parte, vamos combinar que toda essa magia que envolve o casamento é muito bacana, e aguçar o suspense e a curiosidade do noivo, e ver sua surpresa ao ver sua amada entrar na cerimônia é muito bom!